Atendendo a solicitação do “Coletivo Salve a Memória de Ourém”, a Câmara Municipal de Ourém realizou hoje uma audiência pública com o tema “patrimônio histórico cultural material e imaterial de Ourém”. Além de trazer para a discussão com vereadores municipal e a sociedade presente um tema de relevância para o município, o coletivo apresentou uma “Carta Aberta pela Preservação do Patrimônio Histórico de Ourém-PA” para os candidatos a prefeito do município nas próximas eleições. A carta ressalta cinco compromissos centrais. Todos os quatro candidatos foram convidados com antecedência, porém um deles não compareceu para o ato de comprometimento com as demandas e assinatura da carta. O Coletivo acredita que através do diálogo com a sociedade ouremense em geral e o poder público conseguirá promover maior sensibilização e compromisso com a preservação do patrimônio histórico do município. Da mesma forma, o coletivo não ver os compromissos assumidos pelos candidatos como algo estagnado em um momento de campanha eleitoral. Ao contrário, a carta servirá como um instrumento para continuo diálogo e cobrança para com o futuro prefeito municipal. Agradecemos a Câmara Municipal pela sessão, em especial a vereadora Ebe Potiguar, por protocolar o nosso ofício e articular o agendamento para a realização da audiência. Agradecemos ainda a ampla participação dos nossos munícipes e seus depoimentos de apoio ao coletivo. Salve a rica memória de Ourém!Atendendo a solicitação do “Coletivo Salve a Memória de Ourém”, a Câmara Municipal de Ourém realizou hoje uma audiência pública com o tema “patrimônio histórico cultural material e imaterial de Ourém”. Além de trazer para a discussão com vereadores municipal e a sociedade presente um tema de relevância para o município, o coletivo apresentou uma “Carta Aberta pela Preservação do Patrimônio Histórico de Ourém-PA” para os candidatos a prefeito do município nas próximas eleições. A carta ressalta cinco compromissos centrais. Todos os quatro candidatos foram convidados com antecedência, porém um deles não compareceu para o ato de comprometimento com as demandas e assinatura da carta. O Coletivo acredita que através do diálogo com a sociedade ouremense em geral e o poder público conseguirá promover maior sensibilização e compromisso com a preservação do patrimônio histórico do município. Da mesma forma, o coletivo não ver os compromissos assumidos pelos candidatos como algo estagnado em um momento de campanha eleitoral. Ao contrário, a carta servirá como um instrumento para continuo diálogo e cobrança para com o futuro prefeito municipal. Agradecemos a Câmara Municipal pela sessão, em especial a vereadora Ebe Potiguar, por protocolar o nosso ofício e articular o agendamento para a realização da audiência. Agradecemos ainda a ampla participação dos nossos munícipes e seus depoimentos de apoio ao coletivo. Salve a rica memória de Ourém!

Fotos e reportagem: Valerio Gomes